Agrupamento de Escolas da Lourinhã

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Agrupamento Região
Get the Flash Player to see this player.
Índice do artigo
Enquadramento Histórico da Lourinhã
Época Pré-romana
Época Romana
Do século XII até ao século XV
Do século XVI até ao século XIX
Do século XX até à actualidade
Todas as páginas

Época Pré-romana

Desde o Paleolítico que encontramos vestígios da presença do homem no território da Lourinhã. Ao longo da costa, as formações plistocénicas  existentes, constituídas por níveis de arenitos consolidados e abundantes calhaus rolados de quartzito, terão fornecido o material que viria a ser utilizado posteriormente pelos primeiros homens oriundos do Norte de África e que alcançaram as costas mediterrânicas e atlânticas. Os primeiros testemunhos destes nómadas caçadores foram encontrados na orla costeira, na Praia da Areia Branca, Valmitão, Porto das Barcas e Outeiro do Seixo. Alguns instrumentos líticos integram o espólio arqueológico paleolítico do Museu da Lourinhã.

As principais jazidas do Holocénico inicial identificadas no litoral da Lourinhã estão localizadas em Vale Frades e em Toledo. O conteúdo arqueológico destas jazidas dá-nos algumas indicações sobre as primeiras comunidades de caçadores-recolectores. Estas comunidades humanas, provavelmente organizadas em pequenos grupos, onde a mobilidade era fundamental, baseavam a sua subsistência na exploração de vários tipos de recursos, entre os quais se destacavam os aquáticos, que assumem pela primeira vez um papel importante. Nos espólios, estão presentes restos faunísticos, nomeadamente, moluscos bivalves, relacionados com um sistema de subsistência baseado na exploração do ambiente marinho. O Oceano Atlântico em fase de transgressão pós-glaciar terá contribuído para o aparecimento de ambientes de transição estuarinos, viabilizando a exploração de novos nichos ecológicos por parte dos caçadores- -recolectores do Mesolítico. Nos depósitos de concheiro de Vale Frades e Toledo, foram encontrados moluscos de espécies litorais e estuarinas, como o mexilhão e o berbigão.

Do Neolítico, chegam-nos também os achados dispersos de Porto Dinheiro, da estação de ar livre do Casal Labrusque e da Gruta da Feteira, onde foi encontrado mobiliário funerário, material lítico e de cerâmica lisa e decorada, assim como peças de colar, em concha e em osso. Do Calcolítico, foram recolhidos ossos humanos e artefactos da Fossa de Paimogo. No Tholos de Paimogo, um túmulo colectivo, foram encontrados alguns utensílios de sílex e contas de calcário.

Posteriormente, este território será ocupado pelos Iberos e Celtas, tendo existido contactos com Fenícios, Gregos e Cartagineses.



 

mapa do site

contactos

facebook

Webmail da ES da Lourinhã

Moodle da ES da Lourinhã

SICAE
© janeiro de 2018, Agrupamento de Escolas da Lourinhã